Do 1º ao 9º ano, entenda como é a formação do estudante nesse período

A Educação básica é formada por categorias com objetivos específicos para cada faixa etária do estudante. Dessa forma, ela é constituída pela educação infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio que é o atendimento da Escola Sagrada Família. O Ensino Fundamental é subdividido em anos iniciais e anos finais.

Essa etapa da educação básica está entre dois momentos importantes. O aluno sai da educação infantil para dar início a uma nova jornada, que culminará no ensino médio. Por conta disso, é importante compreender como cada uma dessas fases contribui para a formação da criança. 

Anos iniciais Ensino Fundamental I

Esse período é constituído do 1º ao 5° ano. É a fase que marca a saída da educação infantil. Nessa fase, a criança participa de atividades pedagógicas e atividades lúdicas que favorecem o seu desenvolvimento motor, cognitivo, social, entre outros aspectos. É durante os anos iniciais do ensino fundamental que o processo de alfabetização do estudante é iniciado. A proposta da Escola está direcionada a proposta da BNCC que é a progressão das múltiplas aprendizagens, articulando o trabalho com experiências anteriores e valorizando as situações lúdicas de aprendizagem. Essa proposta deve assegurar um percurso contínuo de aprendizagens e uma maior integração entre as duas etapas do Ensino Fundamental.

Anos finais Ensino Fundamental II

Uma das principais características do Ensino Fundamental II é a variedade de professores. Ao contrário do que acontece nos anos iniciais, o aluno vai ter aulas com um professor para cada disciplina, o que contribui com o desenvolvimento da sua independência e do senso de responsabilidade e organização.

Os anos finais do ensino fundamental compreende do 6º ao 9º ano. Nesse período, o aluno já solidificou o seu processo de alfabetização e passa a ser apresentado a conteúdos mais complexos, relacionados à interpretação e produção textual, matemática, ciências, etc. Esse momento constitui uma base fundamental para o desenvolvimento do estudante no Ensino Médio.

A Proposta Pedagógica da Escola é que o aluno tenha uma maior autonomia nos estudos, o que permite que ele tenha condições e ferramentas para acessar fontes de conhecimento e informação, aprofunde nos conteúdos aumentando assim o nível de suas habilidades e competências mais complexas.

CONCLUSÃO: Essa etapa traz grandes desafios para a escola, que deve ajudar o aluno a lidar com o acréscimo de novas disciplinas e a interdisciplinaridade, professores especializados e uso mais intensivo de tecnologias em sala de aula. Além disso, é papel da escola estimular atitudes e comportamentos compatíveis com seu novo papel na sociedade contemporânea.

Ensino Fundamental I e II